Os Saltimbancos Trapalhões – Rumo a Hollywood estreia esta semana em todo país. Mas não é preciso viajar para a meca do cinema para seguir os passos de Didi, Dedé, Mussum e Zacarias na versão original do filme lançada em 1981.

Sentindo-se explorados no circo onde são um sucesso, Os Saltimbancos Trapalhões fogem e embarcam em uma viagem para curtir a liberdade. Após passarem por algumas paradas no interior eles chegam à cidade grande. Grande e Maravilhosa! O quarteto, se apresenta nas ruas do Rio de Janeiro, acompanhado de Karina (Lucinha Lins) - é aqui que vamos seguir seus passos.


Chegando de carona pela Avenida Brasil, o grupo faz várias apresentações pela cidade, até começar a ser perseguido. E é nas sequências de perseguição que eles passam pelos pontos mais interessantes para visitarmos.

O corre-corre começa e termina no mesmo lugar, sob os Arcos da Lapa. Mas, como bons fugitivos que são, a trupe não gravou no ponto mais reconhecível do aqueduto, bem de frente, no Largo da Lapa. As cenas acontecem todas em uma das pontas do monumento próximas à Ladeira de Santa Teresa.



[caption id="attachment_2939" align="aligncenter" width="1024"] O comércio amarelo de portas verdes é o mesmo que a trupe senta em frente para fazer um lanche![/caption]
Já que estavam tão perto de Santa Teresa, por que não subir? Afinal, quanto mais dificuldade uma fuga tem, mais empolgante ela fica, não é mesmo? E o grupo sobe correndo as ladeiras do bairro, que a maioria preferiria visitar de bonde (assunto para outro post), até chegar em uma residência aos pedaços, que é nossa próxima parada.

Mas, Fabi, você vai mandar a gente passear num lugar abandonado? Calma, a residência em questão é o atual Parque das Ruínas. Lá no inicio da década de 1980, quando o filme foi feito, o Palacete Murtinho Nobre era só uma grande ruína mesmo. Abandonado desde a morte da sua dona, em 1946, o espaço só foi tombado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro em 1993. O Parque foi inaugurado em 1997.

Agora, devo avisar: caso você conheça o espaço apenas pelo filme, é provável que vá ficar espantado diante da transformação. Se, por outro lado, você conhece o Parque das Ruínas atual vai ficar assustado com as condições do palacete apenas três décadas atrás. Em outras palavras, seja qual for sua posição, a reação provavelmente será de surpresa. A minha foi!


A começar pela entrada do prédio, uma longa escadaria coberta por onde Dedé, Mussum e Zacarias entram na casa. Completamente restaurada, atualmente ela serve como entrada principal para o casarão.

O trio também é perseguido pela varanda da casa de onde, na época, sem árvores, era possível ver a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro e o inconfundível Edifício Sede da Petrobras. Hoje ainda é possível ter esta vista, só precisamos subir até o mirante.



[caption id="attachment_2942" align="aligncenter" width="1024"] Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, Edifício Sede da Petrobras, no Centro. Ao fundo, a Ponte Rio-Niterói[/caption]
A vista do mirante só é possível graças à restauração do palacete. O projeto manteve o aspectos de ruínas (devidamente reforçada e impermeabilizada) e adicionou estruturas metálicas e em vidro para que os visitante possam passear pelo interior do edifício. Nos tempos do filme, Dedé – ou seria o dublê dele? – teve que conhecer a casa de um jeito mais radical.



[caption id="attachment_2940" align="aligncenter" width="1024"] Escadarias substituem o espaço aberto no qual Dedé pulava entre uma coluna e outra[/caption]
Além de registro histórico, mirante e parque, o Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas também tem espaço para diversas manifestações artísticas. Quer conhecer mais sobre a história do Palacete Murtinho Nobre? Não perca nossos próximos posts.

De volta ao filme: é verdade, Os Saltimbancos Trapalhões tem cenas gravadas em Hollywood, mais precisamente no Universal Studios. O quarteto, acompanhado da mocinha Lucinha Lins e seu par romântico, vivido por Mário Cardoso, foi a Los Angeles filmar as cenas do sonho/pesadelo de Hollywood. Também há locações em Minas Gerais. Mas isso é assunto para outra viagem post.



[caption id="attachment_2945" align="aligncenter" width="1024"] Os Saltimbancos Trapalhões em Hollywood[/caption]
Confira outras comparações entre o filme e as locações reais na galeria abaixo. E acompanhe nossas redes sociais para não perder os próximos posts sobre Os Saltimbancos Trapalhões e passeios cariocas!

[supsystic-gallery id=42]